O que são estaleiros?

O que são estaleiros? Se você mora perto da costa já deve ter visto algumas embarcações paradas em certos locais. Mas sabe de onde elas vêm? Bem, acontece que isso não é um grande mistério. 

“O estacionamento do mar”. Talvez essa seja a melhor designação para um estaleiro. Este, por sua vez, é uma ambiente destinado a atividades como: reparos, desenvolvimento e construção de navios. 

É claro que também existem estaleiros com outras funções, mas leve em consideração que em quase todas as ocasiões a ideia do estaleiro é associada ao naval.

No geral, o estaleiro naval abriga diversos tipos de embarcações. Isso é, não há preocupação se estas são militares, de lazer, pesca, patrulhamento. 

E claro, além de abrigo para essas embarcações, ele pode funcionar como oficina para possíveis reparos, assim é possível até mesmo garantir que os barcos estejam sempre com manutenção em dia, vamos entender melhor abaixo o que são estaleiros.

O que são estaleiros?

O estaleiro é destinado para construção, assim como também para fazer a manutenção nas embarcações. Quando perguntarem o que são estaleiros, é importante deixar claro, para que o mesmo é destinado. 

Como dissemos acima, para manutenção, reparo e construções de embarcações, os estaleiros possuem equipamentos próprios para facilitar durante o processo.

Os navios para manutenção são levados ao estaleiro por rampa própria, feita para esta finalidade. Os estaleiros normalmente são particulares. Logo, seu principal uso é para embarcações civis ou ligadas ao governo.

O estaleiro em terra seca é chamado de dique, e é usado para construção de navios, ou para manutenção no casco do navio.

Como funciona um estaleiro?

O que são estaleiros? Agora que já sabemos o que é um estaleiro de forma mais concreta, como será que ele funciona? Vai muito além do que construir e manter embarcações, alguns estaleiros servem ainda como local para guardar os barcos.

Para responder tal questão devemos entender também como um navio funciona e como algumas partes dele sofrem influência em outros processos.

Como os navios são criados

No geral, para que uma embarcação tenha capacidade para estar no mar é importante considerar apenas alguns poucos fatores. Primeiramente, a dinâmica geral da embarcação. A área externa de um navio é pensada e projetada para trazer o máximo de dinâmica possível para a embarcação.

Na verdade, todo o projeto de um navio é baseado nessa questão, sendo assim, é possível criar uma embarcação completa seguindo isso.

É também aqui que o estaleiro começa a agir. Quando a produção da embarcação se inicia, um dos itens que devem ser considerados para que o trabalho seja bem feito é a chapas de aço, que são produzidas, em suma, no estaleiro. Essas chapas são muito importantes e se ligam a perfis de aço, dando a resistência e a sustentação que o navio necessita. 

Bem, no geral esse é o ponto principal! O estaleiro já começa suas atividades aqui, mas ele vai além! Vamos ver um pouco mais do que esse estacionamento para navios é capaz.

Para concertos de navios

Quando uma embarcação chega de determinado local é para o estaleiro que ela vai, certo? Sendo assim, antes que possa fazer novas viagens é sempre importante dar um tratamento nela.

Nessa questão entram dois pontos importantes, funções vitais de um estaleiro.

A avaliação em busca de possíveis problemas que possam surgir no barco e, caso sejam encontrados, o conserto dos mesmos. Afinal de contas, os navios necessitam de um cuidado grande para evitar que alguns acidentes graves aconteçam.

Passar por essa etapa é de suma importância para se obter resultados mais precisos, é uma atividade essencial de um estaleiro, assim como uma oficina mecânica pode consertar carros.

Ah, é importante lembrar que dependendo do estaleiro, muitas outras funções podem ser consideradas. Vamos ver mais uma delas a seguir.

Melhorar embarcações

Apesar de não ser um dos focos do estaleiro, desenvolver melhorias para as embarcações pode se tornar um dos processos. Isso destaca também as várias atividades que podem ser executadas em apenas um só local.

As melhorias podem surgir de várias formas, seja em mecânicas dentro das embarcações ou até mesmo nas próprias. Isso é, tanto internamente como externamente. Para tal são usadas as técnicas corretas e todo o cuidado.

Lembrando que também existem outros locais que podem fazer melhorias nas embarcações, mas a verdade é que um estaleiro torna tudo mais fácil, afinal, um navio sempre passa por esses locais.

Estaleiros no Brasil

O Brasil, como o país com diversas áreas costeiras que é, também possui diversos estaleiros. Para se ter uma pequena noção disso podemos recorrer a história. Segundo algumas fontes o primeiro estaleiro data-se do ano de 1846 e foi construído sobre a ordem do Barão de Mauá.

O primeiro navio, por sua vez, teve sua construção finalizada em 1850. Já em 1961 o local já contava com aproximadamente 72 navios, sendo metade deles destinados à área civil e a outra metade ao militar.

Depois da criação do FMM (Fundo da Marinha Mercante) foram destacados alguns pontos importantes no país e, de certo modo, 1972 ele já era o segundo maior parque industrial de navios mercantes.

Conclusão 

Como deu para ver os estaleiros, além de grandes áreas para a supervisão, desenvolvimento e melhorias de embarcações também são de importância histórica e, para o Brasil, econômica também!

Apesar das muitas atividades executadas dentro desse local, há também muitas oportunidades, tanto para trabalho como para melhorias em navios. Quem conhece um estaleiro de fato sabe da sua complexidade e tamanho.

E sim! Conhecer mais sobre estes centros de embarcações pode ser algo bem interessante! Que bom que você leu até aqui e descobriu com a gente o que são estaleiros. Até a próxima!Esse conteúdo foi desenvolvido em parceria com o site Naval Porto Estaleiro, um site especializado em economia e indústria naval.